Blog
you

Quais são os tipos de olheiras e qual a melhor forma de tratá-las

Quais são os tipos de olheiras e qual a melhor forma de tratá-las

Por Bárbara Spaulucci Christan

Atualizado 06/02/24

Você já tirou alguns minutos para prestar atenção no seu olhar?


As alterações que a região dos olhos sofre com o passar dos anos é algo difícil de passar despercebido. Olheiras marcadas e escuras são, por muitas vezes, sinônimo de cansaço, e são uma grande preocupação estética, já que 13% de todas as cirurgias plásticas realizadas pelo mundo são procedimentos para amenizar o envelhecimento da área dos olhos¹, e 8% dos cosméticos lançados mundialmente são para o tratamento da pele dessa região².


Para você que é nova no universo dos cuidados com a pele e quer aprender quais são os tipos de olheiras existentes, qual é a sua e como tratá-la, continue lendo e saiba as principais diferenças e tratamentos.


As olheiras são problemas multifatoriais, e podem surgir por condições genéticas, pelo processo de envelhecimento cronológico, pela exposição à radiação UV, pelo estresse físico e emocional associado a poucas horas de sono, excesso de álcool e tabagismo e reações alérgicas e atópicas. São divididas em 4 tipos:

 

1. Olheiras Vasculares

As olheiras vasculares são causadas por uma má circulação sanguínea local, com tonalidades azuladas ou roxas decorrentes do depósito de pigmento sanguíneo embaixo dos olhos. Esse tipo de olheira é mais evidente em peles mais claras e pode ser agravado por fatores como falta de sono e estresse.


Como tratar:

  • Aposte em produtos com ingredientes que estimulam a microcirculação local, como extrato de pfaffia, marapuama e lírio branco.
  • Massagens suaves na região dos olhos podem ajudar a estimular o fluxo sanguíneo.

2. Olheiras Pigmentares

As olheiras pigmentadas são caracterizadas pelo excesso de melanina (hiperpigmentação) na pele ao redor dos olhos, resultando em tonalidades marrons ou acinzentadas. Essa pigmentação muitas vezes é causada pela exposição ao sol e pelo envelhecimento da pele, e também tem origem genética, sendo mais comuns em tons de pele mais escuros. Podem ser agravadas por processos inflamatórios e alterações hormonais.


Como tratar:

  • Use produtos iluminadores e cremes clareadores como o Clareador de tons irregulares Bisyou, que contém ácido glicólico, ácido kójico, vitamina C e extrato de gengibre chinês.
  • Não esqueça do protetor solar diariamente para prevenir o escurecimento da região.

3. Olheiras Profundas

Também conhecidas como olheiras estruturais, surgem em decorrência da anatomia do rosto. Pessoas que têm os olhos fundos acabam projetando uma sombra na região dos olhos, escurecendo essa área, dando uma aparência de cansaço e envelhecimento. Essas são mais comuns com o avançar da idade, pois a pele fica mais fina e há a perda de gordura e firmeza da região.


Como tratar:

  • Invista no Preenchedor facial Bisyou, que contém Cellfie 2%, ativo inovador que estimula o preenchimento das células de gordura e suaviza olheiras profundas.
  • Hidrate a região com produtos como o Acqua 360, rico em ácido hialurônico, esqualano vegetal e angico-branco que melhora a firmeza e elasticidade da pele.

4. Olheiras Mistas

As olheiras mistas são uma combinação de dois ou mais tipos mencionados anteriormente. Pode haver uma mistura de coloração, sombras e má circulação.


Como tratar:

  • Opte por produtos multifuncionais, como os mencionados acima, que abordam diferentes aspectos das olheiras. Spoiler: em breve você verá algo do tipo por aqui!
  • Considere uma rotina de cuidados personalizada para atender às necessidades específicas da sua pele.

Lembre-se, para alcançar resultados eficazes, é essencial ser consistente com sua rotina de cuidados com a pele. A Bisyou está aqui para guiá-la nessa jornada de beleza, oferecendo produtos de alta qualidade desenvolvidos para atender às necessidades específicas da pele madura. Juntas, vamos desfrutar de uma pele radiante e saudável em cada fase da vida.


Esperamos que esse guia completo sobre os diferentes tipos de olheiras tenha sido útil. Fique atenta ao nosso blog para mais dicas e novidades exclusivas.


Referências

  1. International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS). International Survey on Aesthetic/Cosmetic Procedures Report. (ISAPS), ed. Industry Insights, Inc., 2015.
  2. Global New Products Database. GNPD Analysis, Mintel, 26 October, 2016.

flacidez olheiras pele madura rugas e linhas skincare